O papel dos arquitetos na redução dos impactos no meio ambiente

  • 30/01/20
Imagem do artigo

Os dados mais recentes do relatório especial das Nações Unidas relativos ao impacto global das mudanças climáticas não deixam dúvidas: terão um efeito catastrófico e transformar-se-ão em algo que ainda desconhecemos, se não tomarmos medidas para o prevenir nos próximos 12 anos. Na mesma altura, foram publicadas afirmações de alguns arquitetos que transmitiam a incapacidade do trabalho desenvolvido para contribuir para reduzir o impacto das alterações climáticas. O facto de se atribuir à construção e ao funcionamento dos edifícios 40% de todas as emissões de dióxido de carbono do Reino Unido em muito contribui para esta afirmação, e os designers continuam a ter dificuldades em medir o impacto provocado pelos projetos que desenvolvem.

É, pois, necessário começar por perceber de que forma o setor pode inovar. Uma solução passa por começar por mudar a forma como somos expostos aos dados relativos aos impactos provocados pela mudanças climáticas, passando de uma visão à escala planetária, para uma mais centrada nos seres humanos.

Para que os arquitetos possam passar a sentir-se parte desta ação coletiva que visa adotar medidas que combatam os impactos das mudanças climáticas, foram mencionados quatro aspetos.

O primeiro diz respeito ao reconhecimento do impacto e à responsabilidade, pois os arquitetos têm uma obrigação moral e ética não só para com os clientes, mas também para com o ambiente. O segundo refere-se à reestruturação da dimensão da influência arquitetónica, tendo em conta que são, muitas vezes, os aspetos não visíveis do trabalho dos arquitetos que provocam um maior impacto. O terceiro inclui colocar as questões relacionadas com a sustentabilidade no centro do design, nomeadamente por parte dos organismos e das entidades governamentais e na criação de códigos de ética e de outros documentos relacionados com o setor. Por último, é necessário envolver clientes e consultores, apresentando claramente os impactos que os projetos desenvolvidos têm para o meio ambiente.

Os arquitetos podem ter um papel fundamental nesta mudança de paradigma, com vista a um mundo mais sustentável para todos.

O papel da arquitetura será também abordado ao longo de fevereiro no rocagallery.com, cujo tema principal é “Os empreendedores”, assim como no evento a realizar no dia 26 de fevereiro, no Roca Lisboa Gallery.

Leia a notícia completa aqui

Noticias relacionadas

Notícias em destaque